TRIPLICARAM AS DETENÇÕES POR CRIME DE INCÊNDIO FLORESTAL

FUTSAL DO PATAMEIRAS NA BIBLIOTECA
29 Março, 2018
AUMENTARAM OS CRIMES POR ABUSO SEXUAL DE MENORES
29 Março, 2018

TRIPLICARAM AS DETENÇÕES POR CRIME DE INCÊNDIO FLORESTAL

O Relatório Anual de Segurança Interna já foi entregue na Assembleia da República e confirma que, no ano passado 309 pessoas foram detidas pelo crime de incêndio florestal. Este número representa um aumento de 166% em relação aos números de 2016.

 O número de arguidos também aumentou, passou de 174 em 2016, para 1.099 em 2017, um aumento de 532%, num ano em que se registaram mais de 17.500 ocorrências de fogo, que destruíram mais de 508 hectares e provocaram a morte a 115 pessoas.

No relatório refere-se que “em consequência da severidade de muitos dos incêndios e da elevada continuidade de combustível presente na floresta portuguesa, o ano fica tragicamente marcado por dois episódios muito severos que originaram um elevado número de vítimas mortais” e a maior área ardida de sempre e destaca-se que o aumento de 2.442 crimes de fogo posto em floresta, mata, arvoredo ou seara em 2017 face ao ano anterior, o que corresponde a um aumento de 27,8 por cento.

Os comentários estão fechados.