PAN LOURES PEDE ESCLARECIMENTOS SOBRE TESTES À COVID-19 NOS LARES DO CONCELHO

BANCO ALIMENTAR APELA À SOLIDARIEDADE
20 Maio, 2020
PROCEDIMENTOS PARA REABERTURA DE ESTABELECIMENTOS COM ÁREA SUPERIOR A 400 METROS QUADRADOS
20 Maio, 2020

PAN LOURES PEDE ESCLARECIMENTOS SOBRE TESTES À COVID-19 NOS LARES DO CONCELHO

 

Loures, a 19 de Maio de 2020 – O Grupo Municipal do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, no âmbito das competências da Assembleia Municipal, questionou o Executivo Municipal sobre os procedimentos perante casos detetados de COVID-19 nas Estruturas Residenciais Para Idosos do concelho.

“Temos vindo a assistir a um preocupante aumento de casos no concelho de Loures, e é de conhecimento público, que infelizmente os nossos idosos têm sido parte importante desta tendência, com vários lares em situação crítica tanto ao nível dos seus profissionais como dos seus residentes.”, afirma o deputado do PAN na Assembleia de Loures, Bruno Oliveira. Nesse sentido, o PAN Loures, já tinha questionado o Executivo relativamente à “Estratégia Municipal de Apoio à População Idosa no âmbito do contexto da pandemia”. Mas nesta ocasião, o foco estaria no cumprimento das orientações da DGS que indicam que “um caso positivo obriga a testar todos os outros residentes/profissionais”.

Conforme referido no dito requerimento, “mais um lar do concelho” estaria a encontrar “dificuldades em conseguir realizar testes a todos seus residentes, após a deteção de casos positivos de COVID-19 entre seus trabalhadores”. Situação que levaria ao lar a ter de realizar testes pelo serviço de saúde privado, com os consequentes custos acrescidos, como única forma de poder detetar possíveis contágios e implementar as necessárias medidas de controlo à propagação.

O Grupo Municipal do PAN, mostra a sua preocupação sobre a “real situação” dos lares do concelho: “Sem uma imagem clara da realidade no número de infetados, as instituições não poderão implementar os Plano de Contingência que garantam a necessária continuidade da prestação de cuidados aos utentes/residentes, assim como a prevenção e controlo da infeção.

”Além do requerimento formal, foi solicitada também uma reunião com o Executivo e o Delegado de Saúde no concelho, de forma a abordar a situação dos lares e tentar ter uma resposta mais imediata. Sendo os testes de despiste a principal ferramenta de contenção da pandemia, além do isolamento, segundo indicações da própria Organização Mundial da Saúde (OMS).

Tendo a sua transposição nas diretrizes da DGS, “se não se estão a seguir as orientações da DGS,  gostaríamos de compreender os motivos assim como os critérios em base aos quais as entidades competentes estão a definir a realização de testes dos residentes nas Estruturas Residenciais Para Idosos, após a deteção de casos positivos de COVID-19.”, pergunta o Deputado Bruno Oliveira

Os comentários estão fechados.