OS CALEMA CONQUISTAM LISBOA COM CONCERTO HISTÓRICO NO COLISEU

EFEMÉRIDES: 15 DE ABRIL – BEATRIZ COSTA MORREU HÁ 22 ANOS
15 Abril, 2018
EFEMÉRIDES: 16 DE ABRIL – DIA MUNDIAL DA VOZ
16 Abril, 2018

OS CALEMA CONQUISTAM LISBOA COM CONCERTO HISTÓRICO NO COLISEU

Na noite sexta feira, 13 de Abril de 2018, quando o duo de S. Tomé e Príncipe entrou em palco foi recebido por uma plateia em delírio num Coliseu do Recreios completamente lotad

Os irmãos Mendes Ferreira, António e Fradique cantaram e encantaram com a sua simpatia e não dececionaram os seus fãs que sabiam de cor todas as suas musicas. Os Calema, proporcionaram uma noite memorável que, certamente, ficará na historia do panorama musical da capital portuguesa e dos grandes concertos do Coliseu.

 

O entusiasmo na abertura do concerto:

 

As fãs desde o inicio vieram do Montijo,  Barreiro e Setúbal

Os ex-pescadores de S. João dos Angolares fizeram questão de lembrar as suas origens e agradecer aos seus fãs o estrelato internacional alcançado. Assumiram que à partida teriam apenas um por cento de probabilidades de realizar o seu sonho e atingir o sucesso que souberam conquistar. “Fazemos musica para o mundo” e “cada conquista tem um abraço”, afirmaram a um publico já rendido ao seu charme tendo obtido um forte aplauso. Talvez estas frases resumam o segredo do seu sucesso.

 

Fãs de S. Tome e Principe entrevistados por Celso Soares:

 

Com os irmãos subiram ao palco, Jorge Palma, João Pedro Pais, os Anjos,  o saxofonista Ottis de Moçambique,  a cantora Kataleya do Brasil e um grupo de dança de jovens bailarinos Santomenses numa celebração do álbum de originais “A Nossa Vez”.

Tanto os Calema, como a toda a sua equipa de produção, estão de parabéns pelo grandioso espetáculo carregado de simbologia que ofereceram ao público…

Os jovens transmitiram toda a sua história de carreira artística, lembraram as dificuldades que atravessaram em São Tomé e Príncipe para atingirem o objetivo – o seu sonho de cantar. Lágrimas de emoção caíram em alguns momentos. Numa total cumplicidade com o público partilharam as energias do País Tropical que aqueceu a noite fria num ambiente muito agradável para recordar … a primeira da “nossa vez”!

Os comentários estão fechados.