OPINIÃO/CRUZEIRO: UM APELO AOS JOVENS

XIII TORNEIO DO PSAAC, ESTE FIM DE SEMANA, NA PEDRO ALEXANDRINO
15 Junho, 2019
EFEMÉRIDES: 16 DE JUNHO – DAVID MOURÃO FERREIRA MORREU HÁ 23 ANOS
16 Junho, 2019

OPINIÃO/CRUZEIRO: UM APELO AOS JOVENS

Um apelo aos jovens
Orgulho-me de pela primeira vez, ver uma grande porção de jovens cada vez mais interessados e atentos
às situações políticas nacionais e internacionais. A verdade é que tal não se refletiu nas Eleições Europeias do passado mês, devido à brutal taxa de abstenção portuguesa.
No entanto, acredito que estamos perante uma mudança de paradigma como nunca existiu até hoje. Gerámos uma quebra da política tradicional, tocando nos pontos sensíveis que mobilizam @s preocupad@s com o que nos rodeia e que lutam por um bem comum. As alterações climáticas que vivemos estão cada vez mais a preocupar toda uma geração que vê o seu futuro comprometido pelas
ações irresponsáveis das gerações anteriores, e o meu apelo é simples:
É hoje que mudamos o futuro, que ajudamos a tornar o Planeta mais sustentável, que diminuímos o impacto humano na flora e na fauna.
É hoje que nos devemos informar, ler, estudar, procurar respostas às questões que têm sido dissimuladas por tantos anos.
É hoje que mudamos mentalidades, que saímos do que é famigerado e do que está deturpado por aquel@s que se recusam a encarar a espécie humana como um ser diacrónico, correlatado com o tempo e com as oportunidades que surgem de questionar o que pouc@s questionam.
É hoje que extinguimos atividades cruéis e inimagináveis em contexto do século em que vivemos, e que se mantêm em nome da “cultura” dando uma errada e terrível imagem ao conceito de arte.
É hoje que não só aceitamos, mas também celebramos a diferença como uma potencialidade e não como
algo pejorativo; que encaramos esta dissimilitude de pontos de vista, vivências, escolhas, etc., como um
fator que nos torna mais interessantes e não alienados.
É hoje que repensamos a nossa alimentação e nos tornamos mais unidos e em harmonia com os que nos rodeiam.
É hoje que damos voz a quem não a tem, e que pensamos com humildade nas escolhas que diariamente fazemos, e nas que não fazemos.
Ainda não foi hoje. Mas poderá ser amanhã, e tudo depende de ti. É este o meu apelo.
Bruno Oliveira

Os comentários estão fechados.