“O DITO E O FEITO” – A ATUALIDADE LOCAL DA SEMANA EM REVISTA. PARA OUVIR HOJE, NA RÁDIO CRUZEIRO ÀS 18.00.

ODIVELAS É CIDADE EUROPEIA DO DESPORTO
19 Janeiro, 2019
HÉLDER BARRADAS, ESTA NOITE, NA AMADORA
19 Janeiro, 2019

“O DITO E O FEITO” – A ATUALIDADE LOCAL DA SEMANA EM REVISTA. PARA OUVIR HOJE, NA RÁDIO CRUZEIRO ÀS 18.00.

Fique a saber as linhas gerais da edição deste sábado de “O Dito e o Feito”, onde se recupera o olhar sobre o que foi notícia na semana que termina.

Já se sabia, mas desde ontem é oficial. Odivelas é Cidade Europeia do Desporto em 2020.

Esta segunda-feira a gestão do Mosteiro de Odivelas passou para a Câmara Municipal. A cerimónia que marcou o início da nova vida do Mosteiro de São Dinis e São Bernardo decorreu no dia em que se assinalaram 119 anos da sua fundação. A autarquia vai agora ter de fazer, ao longo destes cinquenta anos investimentos no valor de 16 mil euros e pagar uma renda mensal de 23.200 euros, mas pode ceder a ocupação de espaços a terceiros e já tem propostas para isso. Nas reações que chegaram via Notas de Imprensa distribuídas às redações, a Juventude Socialista congratula-se, a Juventude Social Democrata acusa os jovens socialistas de “inverdades e incoerências”, o Bloco de Esquerda pergunta que Mosteiro vamos ter, face à detioração do espaço e o CDS quer trazer os deputados centristas para uma visita.

Também na segunda-feira, mas à noite, foram entregues os prémios da 6ª edição do Concurso de Montras de Natal da Junta de Freguesia de Odivelas. A montra da  Lux Clinic foi a grande vencedora, em segundo lugar ficou o Restaurante Lenita e na terceira posição a Suzy Flor. Nesta edição participaram quarenta lojistas, um número que deixa a autarquia satisfeita.

Na sexta-feira, no fecho da semana a Ecolojovem esteve na Escola Secundária de Odivelas a apresentar a sua Campanha de Educação Sexual aos alunos daquele estabelecimento de ensino, em busca de uma sexualidade saudável e sustentável.

Em Loures a Câmara Municipal repudia o teor da reportagem da TVI sobre o contrato de manutenção e reparação dos abrigos dos transportes públicos e esclarece questões que considera terem sido, de forma tendenciosa, omitidas na reportagem.

Os comentários estão fechados.