NO DIA 15 DE JUNHO ACONTECEU NO ANO …

11.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS NO DIA 15 DE JUNHO
13 Junho, 2020
LOURES APROVA ATRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DA TARIFA SOCIAL DA ÁGUA
15 Junho, 2020

NO DIA 15 DE JUNHO ACONTECEU NO ANO …

Aconteceu em 15 de Junho no ano …

SÃO VITO – Faleceu em 303 no sul de Itália, seus restos mortais foram associados a curas de doenças e da possessão por demónios, diz a lenda que se converteu com sete anos, fugiu às perseguições para Roma, conseguiu expulsar o espírito maligno dum dos filhos do Imperador Diocleciano, outra lenda diz que recusando–se a renegar a fé foi atirado para um caldeirão com água a ferver, saindo de lá refrescado e que um leão enviado para o comer, lhe lambeu os pés, por fim um anjo libertou–o e transportou–o para a Lucânia, onde faleceu, é o padroeiro dos dançarinos, atores e comediantes, é invocado por pessoas que sofrem da doença de Sdenham, contra mordidelas de cão e de cobra, relâmpagos e tempestades.

1215 – O Rei João I de Inglaterra ou João Sem Terra, assinou perante o clero e os barões do reino a Magna Carta Libertatum seu Concordiam Inter Regem Johannen at Barones Pro Concessione Libertatum Eclesiae et Regni Angliae ou Carta Magna das Liberdades, ou Concórdia entre o Rei João e os Barões para a Outorga das Liberdades da Igreja e do Rei Inglês, redigida em bárbaro, documento fundamental na história das instituições políticas baseadas no parlamentarismo “.. por nós e pelos nossos sucessores, para todo o sempre, o seguinte: a Igreja de Inglaterra será livre e serão invioláveis todos os seus direitos e liberdades: e queremos que assim seja observado em tudo e, por isso, de novo asseguramos a liberdade de eleição, principal e indispensável liberdade da Igreja de Inglaterra, a qual já tínhamos reconhecido antes da desavença entre nós e os nossos barões ..”, e ainda “Concedemos também a todos os homens livres do reino, por nós e por nossos herdeiros, para todo o sempre, todas as liberdades abaixo remuneradas, para serem gozadas e usufruídas por eles e seus herdeiros, para todo o sempre..”.

1520 – O papa Leão X ameaçou excomungar o frade agostinho Lutero que em 1517 lançara a reforma protestante, desafiando a autoridade da igreja católica romana para definir as doutrinas e práticas.

1751 – Publicada pelo Papa Bento XIV a segunda bula sancionando com a excomunhão todos os católicos que fossem maçons.

1756 – Os portugueses foram derrotados em Goa pelos maratas.

1760 – Por ordens do Marquês de Pombal, o Brigadeiro Luíz de Mendonça entrou de mão armada no Palácio do Núncio e intimou–o a abandonar o reino em quatro dias, tendo sido transportado à outra banda do Tejo e conduzido sob escolta à fronteira, num gesto que visava o corte de relações da corte com o papado.

1846 – Realizou–se a primeira intervenção cirúrgica com anestesia geral, no General Hospital em Boston, o cirurgião John Collins Warren realizou a extirpação de um tumor no pescoço de um jovem de dezassete anos, Gilbert Abbot, o paciente foi anestesiado com éter pelo dentista William Thomas Green Morton, que utilizou um aparelho inalador por ele idealizado, a cena não foi documentada fotograficamente porque o fotógrafo se sentiu mal ao presenciar o ato cirúrgico, porém em 1882 foi imortalizada num quadro do pintor Roberto Hinckley.

1846 – Eleito o Papa Pio IX, Giovanni Maria Mastai Ferretti, Arcebispo de Imola, judeu e maçon, assinou 240 sentenças de morte, assistiu à proclamação da república romana que repeliu à segunda tentativa com a ajuda de 36.000 soldados do gen. Oudinot, porém viu o rei Vitor Emanuel I anexar o estado pontifício ficando somente com a basílica e jardins do Vaticano, chegou a estar prisioneiro no Vaticano durante os últimos 8 anos do pontificado, proclamou o dogma da imaculada conceição, fixou a sua comemoração a 8/12 e o dogma da infalibilidade do Papa, consagrados no I Concílio do Vaticano em agosto de 1839.

1899 – Nasceu em Freixo–de–Espada–à–Cinta, Manuel Matias Sarmento Rodrigues, vice–almirante, aderiu ao Estado Novo, governador da Guiné e deputado por Moçambique em 1949, chefe do estado maior da armada, administrador da Diamang e do B.N.U., foi detido em dezembro de 1974 sendo libertado em fevereiro seguinte sem acusação formada, em 1978 foi nomeado presidente da Academia da Marinha, autor de vasta obra histórica, técnica e de reflexão, tendo sido distinguido com várias condecorações. Faleceu em 1/8/1979.

1956 – Encerrado em Lisboa para demolição, o Teatro Apolo, na Rua da Palma.

1970 – Faleceu no Hospital de São Luís dos Franceses, em Lisboa, José Sobral Almada Negreiros.

1985 – Autorizado o primeiro casamento inter–racial na África do Sul, que era proibido.

Os comentários estão fechados.