METRO/LINHA AMARELA: ODIVELENSES TÊM RAZÕES PARA CONTINUAREM (MUITO) PREOCUPADOS

“A BEBEDEIRA PASSA, O RESTO NÃO”: O COMBATE AO ALCOOLISMO ENTRE OS JOVENS
21 Julho, 2018
EFEMÉRIDES: 22 DE JULHO – HÁ 3 ANOS A LIVRARIA LELLO PASSOU A COBRAR BILHETE AOS VISITANTES
22 Julho, 2018

METRO/LINHA AMARELA: ODIVELENSES TÊM RAZÕES PARA CONTINUAREM (MUITO) PREOCUPADOS

As conclusões do estudo do impacto ambiental na futura reestruturação da rede do Metro de Lisboa, recentemente tornadas públicas, não garantem que a Linha Amarela continue como está e deixam os odivelenses e todos quantos utilizam aquela linha do Metro preocupados.

João Carvalho, deputado municipal eleito pelo PSD levou o assunto à última Assembleia Municipal e recordou mesmo o Voto de Congratulação aprovado pela Assembleia por algo que parece ainda não estar garantido.

Hugo Martins, que preside ao Executivo Municipal leu para a Assembleia uma carta recebida pelo ministro da tutela, que em seu entender garante a partilha da Linha Amarela com a futura linha circular do Metro de Lisboa.

Depois da leitura da carta o presidente da Câmara Municipal de Odivelas anunciou que não voltaria a falar sobre este assunto, o que motivou protestos nas bancadas da oposição, com Lúcia Lemos, eleita pela CDU a  ser a primeira a dar voz à indignação.

Também Sandra Pereira, líder da bancada do PSD, protestou pelas últimas palavras da intervenção de Hugo Martins e foi mais longe. Na sua interpretação a carta não garante nada e deixa-a, ainda mais preocupada.

Na resposta Hugo Martins concluiu respondendo que o teor da carta que partilhou com os deputados municipais garante, efetivamente, a partilha da linha amarela com a linha circular.

Os comentários estão fechados.