VÁ À FESTA DO “AVANTE” COM A RÁDIO CRUZEIRO
6 Agosto, 2017
EFEMÉRIDES: 7 DE AGOSTO – HÁ 517 ANOS, LISBOA RECEBIA O SEU FORAL
7 Agosto, 2017

MEDIAÇÃO DE CONFLITOS

Já ouviu falar de…Mediação de Conflitos?

Tal como se referiu na última crónica, o Procedimento de Mediação deve ser o mais célere possível, sem que haja lugar a usar-se de manobras dilatórias como forma de se arrastar no tempo o alcance de uma decisão, de um acordo que se quer rápido.

Mas, e se por exemplo, o acordo a que se chega, numa primeira solução que se julga encontrada, não se vier a revelar o acordo correto ou suficiente?

Por este motivo, considerada uma situação excepcional e devidamente fundamentada, o procedimento de mediação permite que haja suspensão sempre que se pretenda experimentar o ou algum acordo provisório. Aqui a provisoriedade do acordo não tem a ver com os efeitos que se querem obter com o mesmo, à semelhança de uma decisão cautelar pedida em tribunal, mas sim com o certificar-se, de forma, prévia, se esse acordo, que se quer final, de facto é suficiente para pôr fim ao conflito e se servem os interesses das partes.

Para além dessa situação excepcional, há ainda outros motivos que poderão justificar esta suspensão, como por exemplo quando surge a necessidade de se ponderar, repensar a nível pessoal das partes o que significa o comprometimento com um acordo que foi escolhido e alcançado pela própria, o que muitas vezes obriga a um distanciamento só conseguido com um “tempo” de entremeio.

Por fim, convém relembrar que esta suspensão, acordada pelas partes e confirmada  por escrito, não prejudica nenhum dos efeitos legalmente previstos e fixados quer na Lei da Mediação quer no Código Processo Civil, ou seja, não prejudica a suspensão dos prazos de caducidade ou de prescrição que se haviam suspendido por força do recurso à Mediação, nem a suspensão de 3 meses da instância judicial, desde que seja respeitado este limite.

Concluindo, a Mediação quer-se célere, mas sempre no respeito pela vontade das partes e dos seus interesses.

Contacte-nos para mais informações e esclarecimentos. Experimente!

 Ana Salomé Luís

Entre Nós Mediação – Mediação de Conflitos Civis e Comerciais

Estrada de Benfica, 652 -3º Dtº; 1500-108 Lisboa

217609835

 

http://entrenosmediacao.wixsite.com/entre-nos-mediacao

https://www.facebook.com/entrenos.mediacao?ref=aymt_homepage_panel

Os comentários estão fechados.