MALPOSTA REGRESSA EM JUNHO COM CICLO DE CINEMA E UMA EXPOSIÇÃO DE PINTURA

ARTISTAS DE CIRCO CONTESTAM TEREM FICADO FORA DOS APOIOS À CULTURA
2 Junho, 2020
PORTUGAL A UNIÃO EUROPEIA E O “EIXO DO MAL”
2 Junho, 2020

MALPOSTA REGRESSA EM JUNHO COM CICLO DE CINEMA E UMA EXPOSIÇÃO DE PINTURA

A Programação da Malaposta retoma em junho com uma exposição de pintura, cinco ciclos de cinema e ainda uma oficina.

O uso de máscara é obrigatório.

De acordo com as novas diretrizes da DGS/Ministério da Cultura, a partir de 1 de junho de 2020, as salas de espetáculos e cinema passam a funcionar com lugares marcados, com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espectadores, excepto se forem coabitantes.

Devido aos constrangimentos e complexidade de gestão de lugares face a estas normas, a Malaposta informa que apesar de na planta, disponível na Bilheteira online (BOL), os lugares estarem lado a lado, aquando da recepção do público será feita, no espaço, a devida distribuição respeitando os lugares de intervalo impostos.

Para os ciclos de cinema de entrada gratuita aconselha-se a reserva antecipada, dada a lotação limitada de 27 lugares.

Monstrinha –

Um dos mais importantes festivais de cinema para a infância também passa pelo CC Malaposta. No sábado dia 6 de junho, serão exibidas curtas de animação oriundas de países como Bulgária, Reino Unido, República Checa, França, Suiça, Hungria, Canadá, Irlanda, Alemanha, Rússia e, naturalmente, Portugal. Um conjunto de 11 curtas destinadas a crianças dos 3 aos 5 anos, por apenas 3€. A não perder!

RETROSPETIVA DE BERNARDO LOPES reúne as três curtas-metragens – da sua aclamada obra cinematográfica: “Lux”, “Ivan” e “Eva”.

Bernardo Lopes (n. 1994, Lisboa) é realizador, argumentista e produtor executivo na produtora Promenade. Licenciado em Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia pela Universidade Lusófona, tem o seu primeiro contacto com o mundo do cinema quando aos 13 anos se torna júri do Giffoni Film Festival, em Itália. Colabora com a revista europeia Nisimazine como crítico de cinema no Festival de San Sebastian e no Festival de Cannes em 2013 e 2014, respetivamente. Na mesma altura, torna-se crítico do website C7nema.

 

Os comentários estão fechados.