MAIS DE METADE DA FERROVIA ESTÁ EM MAU ESTADO

“DIÁLOGOS SEM FRONTEIRA”, NO CENTRO DE EXPOSIÇÕES
13 Março, 2018
OPINIÃO/CRUZEIRO: “8 DE MARÇO – CELEBRAÇÃO DA UTOPIA”
13 Março, 2018

MAIS DE METADE DA FERROVIA ESTÁ EM MAU ESTADO

Mais de metade das linhas de caminhos de ferro estão em mau estado ou são medíocres. A conclusão é de um relatório da empresa Infra-Estruturas de Portugal, que tem a seu cargo a manutenção da rodovia e da ferrovia.

O relatório, que analisa as condições das vias, denuncia a degradação de vários troços, que há muito tempo esperam por obras de beneficiação. Os mais detiorados estão a Norte e o troço Ovar/Gaia é mesmo apontado como o que estará em piores condições.

Os problemas estão sobretudo ao nível dos carris, das travessas e dos balastros e na lista dos troços que estão nas piores condições figuram, também, Tua/Pocinho, Espinho/Oliveira de Azeméis e a linha de via estreita entre Aveiro e Sarnada do Vouga. Não em tão mau estado, mas classificadas em estado medíocre foram as linhas de Cascais, da Cintura de Lisboa, do Algarve e da Beira Baixa e o ramal de Tomar.

         Linha de Cascais, classificada como medíocre no relatório da Infraestruturas de Portugal.

 

Os comentários estão fechados.