LOURES: CÂMARA REALOJA VITIMAS DE INCÊNDIO DO PAIOL DA QUINTA DO MOCHO

Opinião Cruzeiro: Dêem-nos alguma coisa em que acreditar…
12 Junho, 2019
“DO URBANO AO RURAL – UM DIA NA QUINTA”, ESTÁ DE REGRESSO
12 Junho, 2019

LOURES: CÂMARA REALOJA VITIMAS DE INCÊNDIO DO PAIOL DA QUINTA DO MOCHO

A Câmara Municipal de Loures anunciou hoje que vai realojar as 37 pessoas que ficaram desalojadas na sequência de um incêndio ocorrido em meados de maio num paiol desativado na Quinta do Mocho e que desde essa altura, pernoitavam no pavilhão dos Bombeiros Voluntários de Sacavém.

Numa declaração aos jornalistas, o presidente da Câmara Municipal, Bernardino Soares, garantiu o realojamento destas famílias vai ser feito em fogos da Autarquia, nos bairros da Quinta do Mocho, em Sacavém, mas também na Apelação e no Prior Velho.

Intensificámos a nossa ação interna, no sentido de encontrar casa para estas pessoas e foi-nos possível concretizar esse desejo, pese embora as habitações precisem ainda de alguns arranjos” afirmou Bernardino Soares que acrescentou ainda que “a situação destas pessoas é agora bem melhor. Se não fosse a Câmara Municipal, ainda estariam no pavilhão dos bombeiros”.

A solução sugerida pelo Governo caminhava no sentido de recorrer ao programa “Porta de Entrada”, um instrumento difícil de aplicar face aos preços inflacionados no mercado livra de arrendamento, sobretudo na Área Metropolitana de Lisboa e face à falta de solução do Governo acabou por ser a Câmara Municipal de Loures a ter de as encontrar.

Bernardino Soares adiantou ainda que as famílias realojadas vão manter o apoio social, de forma a que, o mais rapidamente possível, possam retomar a sua vida normal.

Foto; C.M.L.

Os comentários estão fechados.