GOVERNO DECLARA ESTADO DE CALAMIDADE E RECOMENDA USO DE MÁSCARAS NA RUA

METEOROLOGIA PREVISÕES PARA HOJE
14 Outubro, 2020
CDS DEFENDE VACINAÇÃO DE GRUPOS DE RISCO NAS FARMÁCIAS DE ODIVELAS
20 Outubro, 2020

GOVERNO DECLARA ESTADO DE CALAMIDADE E RECOMENDA USO DE MÁSCARAS NA RUA

Lisboa, 14 Out. 2020 – O primeiro-ministro anunciou hoje que serão proibidos todos os festejos académicos nos estabelecimentos de ensino e o agravamento das coimas aos estabelecimentos comerciais que não cumprirem as normas de proteção contra a covid-19.

António Costa comunicou que Portugal vai elevar o nível de alerta da situação de contingência para o estado de calamidade em todo o território nacional face à “evolução grave” da pandemia.

Serão proibidos nos estabelecimentos de ensino, todos os festejos académicos e atividades de caráter não letivo ou científico” e serão agravadas as coimas aos estabelecimentos comerciais que não cumprirem as normas de proteção contra a covid-19.

“Serão agravadas até 10 mil euros as coimas aplicáveis às pessoas coletivas,  estabelecimentos comerciais e de restauração que não assegurem o escrupuloso cumprimento das regras em vigor quanto à lotação e ao afastamento que é necessário assegurar dentro desses estabelecimentos”.

“Vamos também determinar às forças de segurança e à ASAE um reforço das ações de fiscalização do cumprimento destas regras, quer na via publica, quer nos estabelecimentos comerciais e de restauração”, adiantou o primeiro-ministro.

António Costa, declarou que, “recomenda vivamente a todos os cidadãos o uso de máscara comunitária na via pública, naturalmente e sempre que haja outras pessoas na via pública, e também a utilização da aplicação Stayaway Covid, e a comunicação através desta aplicação sempre que haja um teste positivo”.

Os comentários estão fechados.