FUTURO DA LINHA AMARELA DO METRO ESTEVE EM DISCUSSÃO NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

ARLINDA GOMES, TERESA FIGUEIREDO, ANA MARIA LOBO E CITE VÃO RECEBER O PRÉMIO BEATRIZ ÂNGELO 2019
1 Março, 2019
MOSTEIRO: OPOSIÇÃO QUEIXA-SE DE DISCUSSÃO PÚBLICA INQUINADA
1 Março, 2019

FUTURO DA LINHA AMARELA DO METRO ESTEVE EM DISCUSSÃO NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Depois das declarações conjuntas do ministro Matos Fernandes e do presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins que sublinharam a garantia da partilha da linha amarela com a linha verde do Metro de Lisboa e que a RÁDIO CRUZEIRO publicou oportunamente, a última Assembleia Municipal começou com uma declaração política do deputado municipal Carlos Lopes, eleito pelo PS, sobre este assunto.

A oposição não se calou e Joaquim Campos, líder da bancada da CDU foi o primeiro a reagir e falou em leituras distorcidas.

Também João Carvalho, eleito pelo PSD veio falar num jogo do gato e do rato e em afirmações e hipóteses

Hugo Martins, presidente da Câmara Municipal de Odivelas respondeu que a reunião que antecedeu as declarações tinha o propósito de melhorar a mobilidade a norte de Lisboa, com o prolongamento da linha verde ao Lumiar e o prolongamento da linha amarela a Loures.

João Carvalho, voltou ao uso da palavra para concluir que o destino da linha amarela é ligar Telheiras a Carnide para servir a Feira Popular.

 

Os comentários estão fechados.