EUA ELEIÇÕES – FINALMENTE UM DEBATE CIVILIZADO DIGNO DESSE NOME

SELO “CLEAN AND SAFE” PARA A BIBLIOTECA D. DINIS
7 Outubro, 2020
AMANHÃ 20ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS
13 Outubro, 2020

EUA ELEIÇÕES – FINALMENTE UM DEBATE CIVILIZADO DIGNO DESSE NOME

UM DEBATE CIVILIZADO DIGNO DESSE NOME

O Vice-Presidente Mike Pence e a Senadora Kamala Harris, protagonizaram esta madrugada na Universidade do Utah em Salt Lake City, um debate digno, esclarecedor e civilizado. O que não deixa de ser surpreendente após o mau espetáculo dado ao mundo por aqueles que no caso de ganharem as eleições serão os seus chefes diretos.

Com momentos tensos, no entanto, dentro do nível esperado para quem aspira alcançar o cargo de vice-Presidente da nação americana. Os candidatos separados um acrílico, puderem debater e explanar as suas distintas visões para os EUA. Não há memoria de um debate dos candidatos à Vice-presidência superar de longe em qualidade, informação e civilidade o dos candidatos a Presidente.

A Senadora do partido Democrata, nas suas intervenções denunciou as ações governativas da administração Trump, trazendo à baila assuntos como a economia, as alterações climáticas, o serviço de saúde e os impostos.

Atacou particularmente a liderança de Trump no que diz respeito à pandemia e a sua atitude desafiadora em relação á ciência. Abriu o debate classificando a resposta da Casa Branca à pandemia como; “O maior desastre de um governo na história dos EUA” e acrescentou que Trump e Pence por essa razão “tinham perdido o direito a ser reeleitos”.

Por seu turno, o atual vice-Presidente abriu o debate dizendo à sua oponente que “era um privilégio debater com a Senadora” num contraste absoluto com a atitude de Trump no anterior debate.

Acusou os democratas de “tentarem o impeachment (demitir o Presidente) tendo como justificação uma conversa telefónica”.

Defendeu a decisão de Trump de impor restrições nas viagens entre a China e os Estados Unidos e insistiu na possibilidade de fraude nos votos por correspondência.

Fez o elogio do chefe afirmando que, Trump “liderou a maior mobilização do país desde a II Guerra Mundial”. Numa tentativa de mudar do tema da pandemia para os impostos defendeu que Biden, no caso de ser eleito, aumentaria os impostos para a maioria do povo americano e tornou a pôr em causa a legitimidade dos votos por correspondência.

Apesar de algumas tentativas de interrupção dos candidatos, o debate foi dirigido dentro dos limites esperados numa democracia com a tradição dos Estados Unidos.  A  moderadora Susan Page, uma experiente jornalista do jornal USA que, conta no seu currículo a cobertura de dez campanhas presidenciais e entrevistas a nove Presidentes, num tom cordial mas firme e bem organizado prestou um bom serviço aos EUA e ao mundo. A democracia funcionou.

Pode assistir ao debate aqui;

Os comentários estão fechados.