EFEMÉRIDES: 8 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DA MULHER

ODIVELAS: ASSEMBLEIA MUNICIPAL APROVOU MOÇÃO PELO REFORÇO DO COMBATE À VIOLÊNCIA DE GÉNERO
7 Março, 2019
FUTEBOL INFANTIL: BENFICA VENCEU O TORNEIO DE FUTEBOL INFANTIL DE PONTE DE FRIELAS
8 Março, 2019

EFEMÉRIDES: 8 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DA MULHER

EFEMÉRIDES

8 de março

Dia Internacional da Mulher

Feriado Municipal em Montemor-o-Novo, onde se assinala a Festa de São João de Deus.

1500 – A armada de Pedro Álvares Cabral largou do Tejo, rumo ao Brasil.

1550 – Morreu São João de Deus. Natural de Montemor-o-Novo, que assinala a data da sua morte com feriado municipal, foi o percursor do tratamento de doentes mentais.

1830 – Nasceu, em São Bartolomeu de Messines, o pedagogo e poeta João de Deus. Foi o autor de “Campo de Flores” e “Cartilha Maternal”.

1857 – Operárias nova-iorquinas da indústria têxtil fazem uma greve pela igualdade de salários e pela redução da jornada de trabalho para dez horas. Acabaram por ficar fechadas na fábrica onde, entretanto, deflagrou um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, assinalar o 8 de março como “Dia Internacional da Mulher”.

1914 – Fernando Pessoa criou o heterónimo Alberto Caeiro e começou a escrever “O Guardador de Rebanhos”.

1920 – O Governo de António Maria Baptista foi empossado. O gabinete era constituído por membros do partido democrático e tinha, também,  um ministro independente, o liberal Júdice Biker.

1926 — Afonso Costa foi eleito presidente da assembleia extraordinária da Sociedade das Nações.

1971 – A ARA – Ação Revolucionária Armada, braço armado do PCP, atacou a Base Aérea de Tancos e destrui a frota de helicópteros e alguns aviões de treino.

1974 – O diário francês Le Monde publicou, com destaque, o texto de opinião de Mário Soares, no qual o líder do PS, no exílio, afirmava acerca da guerra colonial :”a guerra  perde-se na Metrópole”.

1975 – Realizou-se o I Congresso da UDP, no Montijo.

1988 – Morreu o cirurgião Francisco Gentil Martins, aos 60 anos. Foi presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro e diretor do Instituto Português de Oncologia.

1993 – O poeta Pedro Tamen, autor de “Escrito de Memória”, recebeu o Prémio Inapa de Poesia.

1999 – Morreu o cineasta António Campos, aos 76 anos. Foi figura-chave no cinema documental e realizador de “Jaime”, um dos melhores filmes portugueses de todos os tempos

2003 — Morreu o jornalista português Fernando Balsinha, aos 55 anos.

– Começaram as emissões regulares do canal SIC Mulher.

2006 — Foi apresentado o Cartão do Cidadão.

– A tenente Gisela Antunes tornou-se a primeira mulher a assumir o comando de um navio da Marinha portuguesa.

2009 – Uma troca de tiros entre grupos de moradores, no Bairro Portugal Novo, nas Olaias, em Lisboa, obrigou ao cerco policial e vedou a circulação automóvel. Na origem da desordem esteve a ocupação de um apartamento no bairro social.

– Morreu o juiz-desembargador Adriano Afonso, aos 82 anos. Foi presidente das assembleias gerais da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e do Benfica.

2014 – Em Odivelas, o Prémio Municipal Beatriz Ângelo foi entregue à apresentadora Fátima Lopes e à anti-fascista Olga Gil.

2015 – Em Odivelas, o Prémio Municipal Beatriz Ângelo foi entregue à atriz Maria do Céu Guerra e a Luisa Waldherr, gestora em Odivelas do Gabinete de Apoio à Vitima.

2016 – O Prémio Municipal Beatriz Ângelo instituído pela Câmara Municipal de Odivelas, foi entregue, a título póstumo, à professora Eduarda Barros, autarca de referência no Município, onde foi vereadora entre 2007 e 2009 e primeira conselheira municipal para a Igualdade, a Maria Helena Rodrigues, presidente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado e a Fernanda Moroso, à altura presidente da Sociedade Musical Odivelense.

2017 – Em Odivelas, o Prémio Municipal Beatriz Ângelo foi entregue à Associação para o Planeamento, representada por Ângela Torres, que desenvolveu um trabalho notável na área da Igualdade de Género e à historiadora Máxima Vaz, uma referência na história de Odivelas e do reinado de D.Dinis.

2018 – Em Odivelas o Prémio Municipal Beatriz Ângelo foi entregue a Maria Rosa Gil, seccionista da patinagem do Ginásio Clube de Odivelas, Zélia Amorim, socióloga e vice-presidente do Secretariado Diocesano de Lisboa e ao Movimento Democrático de Mulheres, pelo seu trabalho na defesa dos direitos das mulheres.

=================.

Este é o sexagésimo sétimo dia do ano. Faltam 298 dias para o termo de 2019.

Pensamento do dia: “O único sentido íntimo das cousas é elas não terem sentido íntimo nenhum”. Fernando Pessoa/Alberto Caeiro (1888-1935), poeta português.

Os comentários estão fechados.