EFEMÉRIDES: 7 DE AGOSTO – HÁ UM ANO INÊS HENRIQUES FOI DE OURO NOS EUROPEUS

EFEMÉRIDES: 6 DE AGOSTO – A PONTE 25 DE ABRIL FAZ 53 ANOS
6 Agosto, 2019
EFEMÉRIDES: 8 DE AGOSTO – O PRIMEIRO FESTIVAL DE VILAR DE MOUROS FOI HÁ 48 ANOS
8 Agosto, 2019

EFEMÉRIDES: 7 DE AGOSTO – HÁ UM ANO INÊS HENRIQUES FOI DE OURO NOS EUROPEUS

EFEMÉRIDES

7 de agosto

1500 – D. Manuel I concedeu novo foral a Lisboa.

1875 – Foi publicado o primeiro número do jornal “O Protesto”, órgão do Partido Socialista.

1916 – O Parlamento aprovou a participação portuguesa na 1ª Guerra Mundial.

1951 – O Congresso norte-americano rejeitou uma proposta soviética de acordo sobre armas atómicas.

1955 – Começaram as obras para a construção da primeira linha do Metro de Lisboa. A rede consistia numa linha em Y constituída por dois troços distintos, Sete Rios à Rotunda e Entre Campos à Rotunda confluindo depois num troço comum entre a Rotunda e Restauradores.

1961 – No inicio do que haveriam de ser 13 anos de guerra, Almeida Fernandes, à altura ministro do Exército da ditadura do Estado Novo, assegurava que, aos “terroristas” apenas se colocava a “rendição incondicional ou o aniquilamento”.

1975 – Foi divulgado o “Documento Melo Antunes”, também conhecido por “Documento dos Nove”. Subscrito pela fação moderada do Movimento das Forças Armadas, pretendeu clarificar as posições políticas e ideológicas dentro e fora das Forças Armadas. Os signatários originais foram nove conselheiros da revolução: Melo Antunes, Vasco Lourenço, Pedro de Pezarat Correia, Manuel Franco Charais, Canto e Castro, Costa Neves, Sousa e Castro, Vítor Alves, Vitor Crespo, um grupo e militares que afirmava recusar tanto o modelo socialista da Europa de Leste como o modelo social-democrata da Europa Ocidental, defendendo um projecto socialista alternativo baseado numa democracia política, pluralista, nas liberdades, direitos e garantias fundamentais.

1990 – Na sequência do conflito entre o Iraque e o Kuwait os Estados Unidos anunciaram o envio de forças aéreas e terrestres para o Golfo Pérsico.

1991 – A missão da ONU em Bagdad confirmou a produção de armas bacteriológicas pelo Iraque.

1995 – Começou a transferência das águas da cabeceira do Rio Tejo para as terras de Múrcia, e Alicante, em Espanha.

1998 – Morreu aos 62 anos Dulcino Caiano Pereira. Foi um dos fundadores da Intersindical.

2002 – Francis Obikwelu conquistou a medalha de prata nos 100 metros nos Campeonatos Europeus de Atletismo.

2003 – Morreu o historiador Pierre Vilar, aos 97 anos.

2004 – Morreu Manuel faria, aos 72 anos. Antigo atleta do Sporting, foi o primeiro português a vencer a Corrida de São Silvestre em São Paulo e fê-lo por duas vezes, em 1956 e 1957.

2006 – Foi criada a Unidade Técnica de Apoio Orçamental.

2007 – Morreu Carlos Eduardo Soveral, aos 87 anos. Foi professor, historiador, poeta e ensaísta.

2008 – Um assalto à dependência do BES em Campolide, Lisboa, terminou ao fim de oito horas com a morte de um dos assaltantes, ferimentos graves no outro e a libertação dos dois reféns. Um dos reféns era o gerente do banco. Inicialmente os dois assaltantes, brasileiros, fizeram seis reféns, que manietaram com braçadeiras de plástico, mas em pouco tempo a policia conseguiu libertar quatro deles.

2009 – Morreu António Dias Lourenço, aos 95 anos. Foi um histórico dirigente comunista. Nasceu em Vila Franca de Xira, filho de uma costureira e um ferreiro. Aderiu ao Partido Comunista Português com apenas 13 anos de idade e passou a militante aos 17. Em 1943 foi eleito para membro do Comité Central do PCP, posição que manteve até 1996. Torneiro mecânico de profissão, trabalhou nas Oficinas Gerais de Aeronáutica, em Alverca do Ribatejo, tendo chegado a trabalhar no avião de Gago Coutinho e Sacadura Cabral. Foi preso político, pela primeira vez, em 1942 e esteve numa uma audaciosa fuga da Prisão de Peniche Bom nadador, atirou-se ao oceano em pleno dezembro e combateu com sucesso o mar revolto até chegar a terra. Esta experiência levou-o, num trabalho meticuloso e sigiloso que durou muitos meses, a organizar a famosa “fuga de Peniche”, de Álvaro Cunhal e mais 10 membros do PCP.

2013 – Depois de dois dias de interdição devido a uma avaria na estação de tratamento de esgotos, reabriu a praia de Quarteira.

2015 – O jornalista Gleydson Carvalho da Rádio Liberdade foi assassinado em direto durante uma emissão, com dois tiros disparados por desconhecidos. Era conhecido por denunciar a corrupção em Camocim, um pequeno município do estado do Ceará.

2017 – Soube-se que a Portugal Telecom estaria a contratar trabalhadores temporários para substituir os que pretendia substituir. A denúncia foi feita por Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, que confirmou ter já enviado queixa para a Autoridade para as Condições do Trabalho.

2018 – Inês Henriques sagrou-se campeã europeia nos 50 quilómetros de marcha, em Berlim, nos Europeus de atletismo.

…………….

Este é o centésimo décimo nono dia do ano. Faltam 146 dias para o termo de 2019.

Pensamento do dia: “A humanidade não é um estado a que se ascenda. É uma dignidade que se conquista”. Jeaan Vercors, pseudónimo  de Marcel Bruller (1902/91), escritor francês e resistente.

Os comentários estão fechados.