EFEMÉRIDES: 6 DE JANEIRO – DIA DE REIS

“ENFERMEIRO” É A PALAVRA DO ANO
5 Janeiro, 2019
FUTEBOL JÚNIOR: RESULTADOS DA JORNADA
6 Janeiro, 2019

EFEMÉRIDES: 6 DE JANEIRO – DIA DE REIS

EFEMÉRIDES

6 de janeiro

Dia de Reis

O Dia de Reis, segundo a tradição cristã, é aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebeu a visita de “alguns magos do oriente” que, foram três Reis Magos, e que ocorrera no dia 6 de janeiro. A noite do dia 5 de janeiro e madrugada do dia 6 é conhecida como “Noite de Reis” O Evangelho de S. Mateus refere-se a uns «magos» que teriam seguido uma estrela até chegarem ao «rei dos judeus», que tinha acabado de nascer. Ofereceram-lhe, segundo o relato, ouro, incenso e mirra. É por essa razão que, nalguns países como em Espanha, a oferta de prendas de Natal se faz apenas na noite de 5 para 6 de janeiro. De acordo com algumas interpretações, a expressão «magos» referia-se a sábios e não propriamente a reis. E muitos viram nestes viajantes a representação de outros povos situados em territórios longinquos: o Papa Bento XVI entendia que esta delegação poderia ter integrado reis dos três continentes que na altura eram conhecidos, a Europa, a África e a Ásia.

1838 – Samuel Morse efetuou a primeira demonstração pública do telégrafo em Morristown, nos EUA.

1852 – Morreu Luis Braille, pedagogo francês, criador da escrita para cegos.

1961 — Aumenta a repressão dos agricultores de algodão na Baixa do Cassangue, em Angola, pelas autoridades policiais portuguesas.

1968 – Após uma intervenção de cinco horas, cirurgiões sul-africanos realizaram com êxito a separação de duas gémeas siamesas ligadas pela cabeça.

1973 — Saiu o primeiro número do semanário Expresso. A tiragem ultrapassou os 60 mil exemplares, impressos na rotativa do Diário de Lisboa, em que cada um contava com 24 páginas e dois cadernos, ao preço de cinco escudos (2,5 Cêntimos a preço atual). A manchete da primeira edição foi uma sondagem encomendada: «63 por cento dos portugueses nunca votaram».

1987 – Morreu o escritor, crítico e ensaísta João Gaspar Simões, aos 83 anos.

– O Jornal do Comércio reapareceu nas bancas portuguesas, dez anos depois de ter cessado a publicação.

1993 – Morreu Odette de Saint-Maurice, aos 74 anos. Foi uma escritora portuguesa do século XX, com actividade inicial no género do romance, que veio a largar mais tarde, especializando-se na literatura juvenil. Os seus livros para jovens foram muito vendidos e lidos nas décadas de 50, 60 e 70 do século XX. Foi também, durante muitos anos, autora radiofónica, tendo colaborado como autora e adaptadora de folhetins na antiga Emissora Nacional. Tem uma rua com o seu nome na Freguesia do Campo Grande, em Lisboa.

2004 – Entrou em prática o plano de fiscalização da pesca nas águas continentais portuguesas, ação conjunta da Marinha, da Força Aérea e da Direcção-geral de Pescas e Aquicultura.

2007 – Arrancou  a 29ª edição do Rali Lisboa-Dacar.

– Morreu Fernanda Lopes Cardoso, aos 76 anos. Foi fundadora da União da Esquerda para a Democracia Socialista — UEDS, viúva do antigo ministro da Agricultura António Lopes Cardoso.

2009 – O guitarrista norte-americano Ron Ashton, um dos fundadores do grupo Stooges, é encontrado morto em Ann Arbor, Michigan, aos 60 anos. Foi eleito um dos trinta melhores guitarristas pela revista Rolling Stone

2011 – Vicente Del Bosque, que levou a Espanha à conquista do seu primeiro título mundial em 2010, foi eleito, pela segunda vez consecutiva, o melhor selecionador do mundo, pela Federação Internacional da História e Estatísticas do Futebol.

2014 – Cerca de 30 crianças da escola Pedro de Santarém, em Lisboa, ficaram sem o almoço habitual devido a um problema informático que impediu os pais de fazerem a marcação das refeições.

2015 – Foi formalmente constituída a Associação Coral de Odivelas.

2017 – O Governo liderado por António Costa, aprovou esta quinta-feira a proposta de lei que exige uma representação equilibrada entre mulheres e homens nos órgãos de administração e de fiscalização das empresas do setor público empresarial e das empresas cotadas em bolsa.

2017 – A Eurostat revelou que quase um quarto das famílias portuguesas não conseguia manter a casa quente de forma adequada. Embora Portugal tivesse reduzido o número de famílias nessa situação, continuava a ser um dos países a apresentar uma das situações mais alarmantes da União Europeia a este nível.

====================.

Este é o sexto dia do ano. Faltam 361 dias para o termo de 2019.

Pensamento do dia: “A realidade da destruição total, incompreensível na sua própria radicalidade, empalidece quando descrita por estereótipos. A função (do lugar comum) é exatamente a de encobrir e neutralizar experiências, para lá qualquer hipótese de compreensão”. W. G. Sebald (1944-2001), escritor alemão.

Os comentários estão fechados.