EFEMÉRIDES: 6 DE DEZEMBRO – FAZ HOJE 34 ANOS QUE MARIA LAMAS MORREU

LOURES: CDU CHUMBOU PROPOSTA DO BLOCO SOBRE MANUAIS ESCOLARES GRATUITOS
5 Dezembro, 2017
RUI RIO ESTEVE EM ODIVELAS E NÃO POUPOU NOS RECADOS PARA DENTRO E PARA FORA DO PARTIDO
6 Dezembro, 2017

EFEMÉRIDES: 6 DE DEZEMBRO – FAZ HOJE 34 ANOS QUE MARIA LAMAS MORREU

EFEMÉRIDES

6 de dezembro

1185 – Morreu D. Afonso Henriques, em Coimbra. Apelidado de “o Conquistador”, foi o primeiro Rei de Portugal de 1139 até sua morte. Após a morte de seu pai em 1112, Afonso tomou uma posição política oposta à da mãe, que se aliara ao nobre galego Fernão Peres de Trava. Pretendendo assegurar o domínio do condado armou-se cavaleiro e após vencer a sua mãe na batalha de São Mamede, em 1128, assumiu o governo. Concentrou então os esforços em obter o reconhecimento como reino. Em 1139, depois da vitória na batalha de Ourique contra um contingente mouro, D. Afonso Henriques proclamou-se Rei de Portugal com o apoio das suas tropas. A independência portuguesa só seria reconhecida, em 1179, pelo papa Alexandre III, através da bula Manifestis Probatum. Com o apoio de cruzados do norte da Europa conquistou Lisboa em 1147. Com a pacificação interna, prosseguiu as conquistas aos mouros, empurrando as fronteiras para sul, desde Leiria ao Alentejo, mais que duplicando o território que herdara.

1383 – D. João, Mestre de Aviz, apunhalou o Conde de Andeiro, favorito da rainha Leonor Telles. O facto marcou o início da revolução popular pela soberania portuguesa conhecida como crise de 1383- 1385.

1910 – O Governo da I República Portuguesa reconheceu o direito à greve e regulamentou o seu exercício.

1925 – Desvendou-se a “Grande Burla”. Foi preso Alves dos Reis, acusado de lançar em circulação notas falsas de 500 escudos. Começou por falsificar um diploma que o atestava como engenheiro e rumou a Angola, onde com um cheque sem cobertura, comprou a maioria das ações da companhia dos Caminhos de Ferro Transafricanos de Angola, em Moçâmedes, operação com que se tornou rico e ganhou prestígio. De regresso a Lisboa foi preso por desfalque e acusado também de tráfico de armas. Foi durante os 54 dias que esteve preso que concebeu o seu plano mais ousado: falsificar um contrato em nome do Banco de Portugal.

1954 – Foi aprovado o Plano de Rega do Alentejo, que acabaria por dar origem ao projecto da Barragem do Alqueva.

1983 – Morreu Maria Lamas, 90 anos, escritora e pedagoga portuguesa, autora de “O Mundo dos Deuses e dos Heróis” e “As Mulheres do Meu País”. Simpatizante do PCP, esteve ligada à Oposição Democrática durante o Estado Novo. Entre 1962 e 1969 viveu em Paris onde conheceu Marguerite Yourcenar e onde desenvolveu intensa actividade política e de apoio a portugueses refugiados em oposição ao regime fascista. Como jornalista trabalhou em diversos jornais e revistas como O Almonda, A Joaninha, A Voz, Correio da Manhã, o suplemento do jornal o Século intitulado “Modas e Bordados” e na revista Mulheres, da qual foi directora.

1995 – A vila de Sintra e a paisagem circundante passaram a ser Património Mundial, por decisão do comité da Unesco.

2005- A escritora Lídia Jorge venceu o Prémio Internacional de Literatura “Albatros”, pelo livro “O Vento Assobiando nas Gruas”.

2006 – A NASA anunciou a descoberta de vestígios de água em estado líquido na superfície de Marte.

2008 — Morreu o grão-mestre da Grande Loja Regular de Portugal, Almiro Marques, aos 77 anos, no hospital Curry Cabral, onde estava internado há mais de uma semana, após ter sofrido uma paragem respiratória, seguida de pneumonia.

2010 – Morreu,  aos 88 anos, D. Júlio Tavares Rebimbas, bispo emérito do Porto. Foi ordenado sacerdote em 1945 e 20 anos mais tarde foi eleito bispo pelo Papa Paulo VI, tomando posse da diocese do Algarve.

– Morreu, aos 78 anos, o fadista Alcindo de Carvalho.

2013 – O Grupo SATA decidiu rejeitar o convite do Governo para prorrogar o contrato de concessão da linha aérea entre as ilhas da Madeira e Porto Santo por considerar que o valor da indemnização compensatória era “manifestamente insuficiente”.

2014 – Cerca de uma centena de voluntários retiraram do fundo do mar, no interior do porto da Horta, nos Açores, mais de 450 quilogramas de lixo, numa área de apenas 200 metros quadrados.

2015 – Morreu Marília Pêra, aos 72 anos. A atriz brasileira perdeu a guerra que travava contra um cancro no pulmão e faleceu em sua casa, no Rio de Janeiro. Além de atriz, Marília era cantora, bailarina, coreógrafa e produtora. Ao longo da sua longa carreira entrou em mais de 50 peças, quase 30 filmes e cerca de 40 novelas, minisséries e programas de televisão.

2016 – O realizador italiano Bertolucci defendeu-se da polémica sobre a cena de alegada violação no filme “O Último Tango em Paris”, explicando que a atriz só não sabia que iria ser utilizada manteiga.

===================.

Este é o tricentésimo quadragésimo dia do ano. Faltam 25 dias para o termo de 2017.

Pensamento do dia: “O mundo nunca foi redimido pelo ódio”. Hermann Broch (1886-1951), escritor austríaco.

Os comentários estão fechados.