EFEMÉRIDES: 4 DE JULHO – PASSA UM ANO SOBRE A MORTE DE RICARDO CAMACHO

Opinião Cruzeiro: Caso de Estudo – Democracia
3 Julho, 2019
ALFREDO DINS FOI ASSASSINADO PELA PIDE, EM BUCELAS, HÁ 74 ANOS
4 Julho, 2019

EFEMÉRIDES: 4 DE JULHO – PASSA UM ANO SOBRE A MORTE DE RICARDO CAMACHO

EFEMÉRIDES

4 de julho

Feriado Municipal em Castanheira de Pêra, onde se assinala a data da criação do concelho e em Coimbra, onde se comemora o Dia da Rainha Santa Isabel.

1336 – Morreu Isabel de Aragão, viúva de D. Dinis, a Rainha Santa, que viria a ser canonizada em 1625.

1711 – Iniciou-se a construção da Igreja do Menino de Deus.

1776 – Data da proclamação dos EUA, como Nação. A Declaração de Independência foi aprovada pelo Congresso Continental.

1807 – Nasceu Giuseppe Garibaldi, que mais tarde viria a ser o herói da unificação de Itália.

1811 – Nasceu Antónia Adelaide Ferreira, a Ferreirinha. Empresária influente e altruísta, deixa para a história a maior empresa nacional de Vinho do Porto, Porto Ferreira e duas marcas vinícolas de renome internacional, Porto Ferreira e Casa Ferreirinha

1833 – Morreu Borges Carneiro, que foi um dos dirigentes da Revolução Liberal de 1820, da qual saíra a Constituição de 1822.

1906 — Nasceu Emídio Santana, precursor do anarco-sindicalismo em Portugal, co-fundador do Sindicato Nacional dos Metalúrgicos, diretor do jornal A Batalha, autor de “Memórias dum Militante Anarco-sindicalista” e do atentado gorado ao ditador Oliveira Salazar, a 04 de julho de 1937, na Avenida Barbosa du Bocage, em Lisboa.

1908 – Nasceu o poeta e ensaísta Adolfo Casaes Monteiro.

1934 – Morreu a cientista francesa de origem polaca Marie Curie, aos 66 anos. Foi Prémio Nobel da Física, em 1903, e da Química, em 1911.

1985 — O Parlamento aprovou o regime de rendas habitacionais que previa a atualização das rendas anteriores a 1979 e estabeleceu o regime de renda livre para os novos contratos.

2003– Morreu o escritor, professor e jornalista português Augusto Abelaira, aos 77 anos. Foi o autor de “Cidade das Flores”, diretor de programas da RTP e diretor das revistas Vida Mundial e Seara Nova.

2006 – O Tribunal de Aveiro condenou três mulheres a seis meses de prisão pela prática de interrupção voluntária da gravidez.

2007 – A Polícia Judiciária assinou um protocolo de colaboração com a Fundação para a Computação Científica Nacional, que opera um serviço público de denúncias de conteúdos ilícitos na Internet, incluindo pornografia infantil e incitamento à violência e à xenofobia.

– A diretora clínica do Centro de Genética Clínica do Porto, Maria da Purificação Tavares, foi distinguida com o Prémio Dona Antónia Adelaide Ferreira, atribuído anualmente pelas Caves Ferreira.

– Morreu em Lisboa, vítima de cancro o ator Henrique Viana. Tinha 71 anos de idade e uma longa carreira artística que se estendeu por mais de meio século.

2008 – O Parlamento aprovou em votação final global as alterações à lei do divórcio que colocaram fim ao conceito de divórcio litigioso e acabaram com a noção de violação culposa dos deveres conjugais

– O ator e encenador Diogo Infante demitiu-se do cargo de diretor artístico do Teatro Maria Matos, alegando falta de meios financeiros para prosseguir o projeto que criou naquele equipamento municipal

2010 – Morreu, aos 75 anos, Ayatollah Fadlallah, líder xiita do Líbano, mentor do Hezbollah, inimigo dos Estados Unidos e apoiante da revolução islâmica iraniana. Promoveu a emancipação das mulheres e opôs-se aos crimes de honra.

2011 – A CP anunciou o fim da ligação ferroviária a Vigo alegando falta de condições para a manutenção do serviço.

2016 – Foi lançado o avião militar KC-390, um novo aparelho construído no Brasil pela Embaer e equipado com tecnologia portuguesa.

– O arqueólogo Luis Raposo foi eleito presidente do Conselho Internacional de Museus.

2018 – Morreu, aos 64 anos, na Bélgica, o investigador português Ricardo Camacho. Era, também, músico, teclisca dos Sétima Legião, banda formada em 1980 e que celebrizou músicas como “Sete Mares” e “Por quem não esqueci” Nascido na Madeira em 1954, Ricardo Camacho vivia na Bélgica, onde se dedicava à investigação da SIDA no Rega Institute for Medical Research, em Leuven.

=============.

Este é o centésimo octogésimo quinto dia do ano. Faltam 180 dias para o termo de 2019.

Pensamento do dia: “Cada indivíduo tem um lugar no mundo para preencher e é importante que decida fazê-lo ou não”. Nathaniel Hawthorne (1804-64), escritor norte-americano.

Ricardo Camacho

Os comentários estão fechados.