EFEMÉRIDES: 2 DE FEVEREIRO – DIA MUNDIAL DAS ZONAS HÚMIDAS

CONVERSAS COM BARRIGUINHAS EM LOURES
1 Fevereiro, 2019
SEXTA E SÁBADO: TOJAL VAI SER A “CAPITAL” DO CONCELHO DE LOURES
2 Fevereiro, 2019

EFEMÉRIDES: 2 DE FEVEREIRO – DIA MUNDIAL DAS ZONAS HÚMIDAS

EFEMÉRIDES

2 de fevereiro

Dia Mundial das Zonas Húmidas e Dia Nacional do Vigilante da Natureza

Feriado Municipal em Mourão, onde se assinala o dia da padroeira, Nossa Senhora das Candeias.

1387 – D. João I casou-se com D. Filipa de Lencastre.

1502 — Nasceu Damião de Góis, humanista português, escritor, diplomata e historiador.

1559 – D. Constantino de Bragança tomou a praça de  Damão, na Índia

1811 – Pedro João Baptista e Amaro José chegaram a Tete, em Moçambique, terminando assim a travessia de África, de costa a costa, que tinha sido iniciada em 1802 em Angola, no Cassengue.

1939 — Nasceu o cineasta português João César Monteiro, realizador de “Recordações da Casa Amarela”, “Vai e Vem”.

1947 – Um avião Dakota, da carreira Paris-Lisboa, embateu na serra de Sintra. Morreram 17 pessoas.

1948 – Portugal e os EUA assinaram o acordo que renova a concessão do aeródromo das Lajes, Açores.

1961 – Desembarcaram no Recife, no Brasil, os cerca de 600 passageiros que seguiam a bordo do paquete Santa Maria, que tinha sido apresado pelo Capitão Henrique Galvão, numa tentativa de denúncia da ditadura Portuguesa.

1971 – Foi assinada a Convenção de Ramsar, ou Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional, especialmente enquanto «Habitat» de Aves Aquáticas.

1975 – Trabalhadores rurais ocuparam terras abandonadas nas herdades do Picote, em Montemor-o-Novo, e da Defesa, em Évora. Estes acontecimentos marcaram o início da Reforma Agrária.

1981 – O inquérito do Ministério dos Transportes ao caso de Camarate assegurou que não houve crime, na origem da morte de Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, uma conclusão, ainda nos nossos dias contestada por muitos.

2001 – Morreu o dirigente socialista Francisco Marcelo Curto, aos 63 anos. Foi ministro do Trabalho no I Governo Constitucional.

2003 – Um desabamento de terras, causado por chuva intensa, destruiu um troço da Estrada Nacional 222 entre Armamar, Lamego.

2004 – Morreu o general Kaúlza de Arriaga, aos 89 anos. Considerado um “ultra” da ditadura do Estado Novo, foi comandante das Forças Terrestres em Moçambique, responsável pela operação Nó Górdio e criador dos Grupos Especiais, responsáveis pelos massacres no Norte de Moçambique.

2005 – Foi aprovado o pacote anti-tabaco que passou a proíbir a venda de cigarros a menores de 16 anos e impôs a criação de espaços para não fumadores, nos restaurantes.

2006 – A primeira tentativa de casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, em Portugal, foi rejeitada pela 7ª Conservatória do Registo Civil de Lisboa.

– O Prémio de Poesia Luís Miguel Nava foi atribuído à obra “Duelo”, do escritor Luís Quintais.

2010 – Morreu a escritora Rosa Lobato de Faria, aos 77 anos, vitima de uma anemia grave. Mulher de letras versátil, tanto escrevia romances como letras para canções. Tal como José Carlos Ary dos Santos venceu por quatro vezes o Festival da Canção na década de 90 do século passado. Também foi atriz, primeiro na televisão e depois no cinema.

2014 – O discurso do ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, no encerramento do congresso da Associação Nacional de Freguesias foi interrompido por protestos dos autarcas presentes.

2015 – A redação do jornal satírico francês Charlie Hebdo anunciou que a equipa foi de férias e por isso a publicação seria suspensa por tempo indeterminado.

2016 – Adele proibiu Donald Trump de usar as suas canções, como música ambiente antes de discursar

2017 – O Instituto da Segurança Social foi condenado a indemnizar duas famílias pelas mortes de dois utentes de um lar de idosos ilegal, na sequência de um incêndio. Apesar da falta de condições, o lar funcionava há 25 anos sem licença e era, na mesma, acompanhado pela Segurança Social, que até chegou a comparticipar as mensalidades de alguns utentes.

2018 – O agravamento do preçário da Caixa Geral de Depósitos desencadeou uma série de críticas ao banco e ao Governo. Ficou a saber-se que, por dia, já eram  mais de cinco milhões de euros que saíam das contas dos clientes, para pagar comissões bancárias.

=================.

Este é o trigésimo terceiro dia do ano. Faltam 333 dias para o termo de 2019.

Pensamento do dia: “Não existe maior loucura no mundo do que um homem entrar em desespero”. Miguel de Cervantes (1547-1616), escritor espanhol, autor de “O Engenhoso Cavaleiro D. Quixote de la Mancha”.

                           Vista aérea da ria do Alvor, uma das Zonas Húmidas portuguesas.

Os comentários estão fechados.