EFEMÉRIDES: 13 DE SETEMBRO – DATA DA MORTE DE ALEXANDRE HERCULANO

ANIVERSÁRIO DA FREGUESIA DE CANEÇAS: HUGO MARTINS ANUNCIOU NOVOS INVESTIMENTOS NA VILA
12 Setembro, 2018
ESTE DOMINGO AS BICICLETAS VÃO ENCHER AS RUAS DE ODIVELAS
13 Setembro, 2018

EFEMÉRIDES: 13 DE SETEMBRO – DATA DA MORTE DE ALEXANDRE HERCULANO

EFEMÉRIDES

13 de setembro

1877 – Morreu Alexandre Herculano, aos 67 anos. Foi escritor, politico, historiador e figura cimeira do Romantismo português, o último presidente do Município de Belém, ao qual Odivelas chegou a pertencer. Autor de “Eurico, o Presbitero”, como liberal que era, teve como preocupação maior, estabelecida nas suas ações politicas e nos seus escritos, condenar o absolutismo e a intolerância da coroa no século XVI para denunciar o perigo do retorno a um centralismo da monarquia em Portugal. Encontra-se sepultado no Mosteiro dos Jerónimos, para onde foi transladado em 1978.

1885 – Nasceu o escritor Aquilino Ribeiro, autor de “Terras do Demo” e “Andam Faunos pelos Bosques”. Foi considerado um dos romancistas mais fecundos da primeira metade do século XX. Mandado para o Seminário de Beja, obedecendo a um desejo de sua mãe que queria fazê-lo sacerdote e de onde acabaria por ser expulso, depois de ter dado réplica cortante a uma acusação do padre Manuel Ança, um dos diretores da instituição, iniciou a sua obra em 1907 com o folhetim “A Filha do Jardineiro” e manteve a qualidade literária na maioria dos seus textos publicados com regularidade e êxito junto do público e da crítica. Foi preso, acusado de ser anarquista, evadiu-se da prisão e rumou a Paris, de onde só regressou devido ao primeiro conflito mundial. Publicou “A Via Sinuosa”, “Terras do Demo” e “O Malhadinhas”, integrou a direção da revista Seara Nova e entrou na revolta de Pinhel, pelo que voltou a ser preso e regressar a Paris depois de nova evasão. Em 1892 foi agraciado, a título póstumo, com o Grau de Comendador da Ordem da Liberdade e em 2007, a Assembleia da República decidiu por unanimidade, homenagear a sua memória e conceder aos seus restos mortais as honras do Panteão Nacional.

1940 – Durante a II Guerra Mundial, as bombas alemãs atingiram o Palácio de Buckingham, em Londres.

1989 – Realizou-se a maior marcha anti- apartheid na África do Sul, liderada pelo bispo anglicano Desmond Tutu.

1991 – Foi inaugurado o último troço da autoestrada Lisboa – Porto, cuja construção começara trinta anos antes.

2000 – “Quatro Caprichos” de António Franco Alexandre, venceu o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores.

2003 – Os habitantes de Monchique tiveram de ser evacuados, depois de a vila ter ficado cercada pelas chamas.

2004 – Acabou o serviço militar obrigatório, dois meses antes do previsto, por despacho do chefe do Estado-Maior do Exército.

2006 – A Universidade do Minho foi galardoada com o prémio IBM Shared University Research Award pelo projeto de gestão de fogos florestais em tempo real.

2007 – Duas explorações avícolas de patos, localizadas em Vila Nova da Barquinha e Tomar foram sequestradas tendo todos os animais sido abatidos, devido à deteção do vírus H5N2 da gripe das aves.

– Tenzim Gyatso, o 14º Dalai Lama, foi recebido em audiência por Jaime Gama, à altura, presidente da Assembleia da República. Depois, o líder espiritual tibetano defendeu a autonomia do Tibete numa audiência na Assembleia da República, perante representantes de todos os partidos, tendo também fala do sobre a harmonia religiosa e dos valores humanistas.

2008 – O atleta Luis Gonçalves passou de medalha de bronze a medalha de prata na prova dos 400 metros T12, ambliopes, dos Jogos Paralímpicos de Pequim2008, depois da desqualificação do chinês Li Yansong.

2013 – Registou-se um sismo nos Açores com a intensidade de 4,3 na escala da Ritcher. Apesar do susto não se registaram danos pessoais ou materiais.

2016 – Edward Snowden pediu a Barak Obama que o desculpasse.

2017 – O Ministério Público acusou o cantor Tony Carreira de plagiar 11 músicas de autores estrangeiros, com a colaboração do compositor Ricardo Landum, também arguido, considerando que se “arrogaram autores de obras alheias” após modificarem os temas originais.

……………………………….

Este é o ducentésimo quinquagésimo sexto dia do ano. Faltam 109 dias para o final de 2018.

Pensamento do dia “É uma perfeição absoluta, dir-se-ia divina, sabermos desfrutar lealmente do nosso ser”. Michel de Montaignet (1532-92), escritor e ensaísta francês.

                                                                         Alexandre Herculano

Os comentários estão fechados.