DEPOIS DE ODIVELAS E TELHEIRAS, A ESTRELA ESTÁ CONTRA O CORTE DA LINHA AMARELA DO METRO

FEIRA ISLÂMICA NA RIBEIRADA CONDICIONA TRANSITO
1 Junho, 2019
DOMINGO CHEIO DE EVENTOS EM ODIVELAS
1 Junho, 2019

DEPOIS DE ODIVELAS E TELHEIRAS, A ESTRELA ESTÁ CONTRA O CORTE DA LINHA AMARELA DO METRO

Depois das Petições e Abaixo-Assinados de Odivelas e da Petição de Telheiras, foi agora lançada a Petição da Estrela. Todos juntos, manifestam-se contra o corte da linha amarela do Metro de Lisboa.

Em comunicado enviado à RÁDIO CRUZEIRO, pode ler-se que:

“A Linha Circular tem gerado reacções de todos os quadrantes políticos e de diferentes partes de cidadãos que a esta se opõem, mesmo que por motivos diferentes. Importa assim que quem nos governa não o faça de forma autista e ouça, mas ouça mesmo, os anseios e as preocupações das populações e depois faça aquilo para que foram eleitos: governar para as pessoas e não contra elas.

Não há qualquer bondade na Linha Circular. Desta só emerge uma coisa: foi desenhada, mas não objecto de planeamento, por que se tivesse sido planeada saberia que:

-> Coloca em causa o acesso ao centro de Lisboa, do maior grupo de passageiros de toda a rede. Assim é e tal fez agir os cidadãos de Odivelas que têm lutado @ContraoFimdaLinhaAmarela, sendo que  já  apresentaram  a  sua  Petição  e  um Abaixo-Assinado  na  Assembleia  da República, tendo igualmente pedido audiências a Sua Excelência o Presidente da República, ao Sr. Primeiro-Ministro e ao líder do principal partido da oposição, estando actualmente a trabalhar em conjunto com todos os partidos políticos e movimentos para evitar este desmando;

-> Coloca em causa os planos de expansão precisamente da Linha Amarela a Loures, pois torna essa expansão inútil. Ninguém de Loures pretende ir para Telheiras, como se pretende fazer;

-> Coloca  em causa a natural expansão  da Linha Verde a ocidente, até  Carnide e mais  tarde até Benfica e os cidadãos de Telheiras também têm feito menção a tal, estando também a correr uma Petição com esse propósito;;

-> Coloca  em  perigo os habitantes, habitações  e  restante património da  frágil  colina da Lapa e Madragoa como muito bem é explicado no texto da Petição respectiva.

E tudo isto a propósito do quê? Por que motivo?

Puseram em marcha um plano de expansão caríssimo, que todos nós pagaremos e bem, atrofiante, perigoso, contra os cidadãos e sem qualquer sentido na perspectiva das reais necessidades da área metropolitana de Lisboa. E insistem. Mas o facto é que os cidadãos de Loures, Odivelas, Lumiar, Telheiras e da Estrela separados nos motivos, mas unidos nos propósitos não deixarão que esta tonteria avance.”

Os cidadãos concluem o comunicado avisando que se tiverem de descer à rua contra o corte da linha amarela do Metro de Lisboa, assim farão.

Os comentários estão fechados.