CDU ACUSA CÂMARA DE FALTA DE PLANEAMENTO PARA A ZONA HISTÓRICA DE ODIVELAS

“PÃO E ROSAS” VIVA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER
8 Março, 2020
PROJETO “JUNTOS DE FÉRIAS” PLANO NACIONAL DE LEITURA NA BIBLIOTECA D. DINIS
10 Março, 2020

CDU ACUSA CÂMARA DE FALTA DE PLANEAMENTO PARA A ZONA HISTÓRICA DE ODIVELAS

Mosteiro São Dinis e São Bernardo Foto: Paulo António Monteiro

CDU critica decisão tomada na 2ª Reunião Extraordinária, da Câmara Municipal de Odivelas, realizada dia 09 de março de 2020, onde foi votada a cedência de partes do Mosteiro de S. Dinis e S. Bernardo a três instituições escolhidas pelo atual executivo (Conservatório de Música D. Dinis, ISCTE e ISCE)

Os Vereadores da CDU afirmam só ter tido conhecimento do projeto global para o Centro Histórico da Odivelas, com inclusão do Mosteiro de S. Dinis e S. Bernardo e a sua zona envolvente nessa 2ª reunião extraordinária e contestam a cedência a retalho, áreas do Mosteiro.

O executivo de maioria PS não aceitou a proposta dos Vereadores da CDU, a qual propunha mais tempo para analisar um dos maiores projetos para a Zona Histórica do nosso Concelho, motivo pelo qual a CDU não concorda com a cedência de parte do Mosteiro a três instituições, sem se pronunciarem sobre o que vai ser feito nas restantes instalações, assim como na sua zona envolvente, que inclui estacionamentos, transportes públicos, acessos, rede viária, entre outros.

A CDU em comunicado enviado à nossa redação declara estar preocupada com o impacto que trará ao Centro Histórico de Odivelas, a vinda diária de cerca de 1.500 pessoas, das três instituições propostas pelo executivo PS e afirmam que há falta de planeamento, “primeiro vêm as pessoas e depois logo se vê quando é que são feitas obras para todos podermos conviver neste espaço, nomeadamente: atuais residentes, trabalhadores e futuros intervenientes”.

Os vereadores da CDU destacam ainda a indisponibilidade manifestada pelo Presidente da Câmara em aprovar um conjunto de pontos que definissem as utilizações a serem dadas aos vários equipamentos e áreas em apreço.

Os comentários estão fechados.