BRAGANÇA PALCO DAS 7 MARAVILHAS DA CULTURA POPULAR

ACONTECEU A 8 DE SETEMBRO DO ANO …
8 Setembro, 2020
A NOVA ERA (NEW AGE)
8 Setembro, 2020

BRAGANÇA PALCO DAS 7 MARAVILHAS DA CULTURA POPULAR

Bragança foi o palco das 7 Maravilhas da Cultura Popular

Encontrados os 7 Vencedores

Bragança, 5. Setembro.2020 – Realizou-se no Castelo de Bragança, com o apoio institucional do Turismo do Porto e Norte e da Câmara Municipal de Bragança, a Gala da Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular, que terminou com a revelação dos patrimónios vencedores através de votação popular.

Os Vencedoras são:

  • BAILINHO DA MADEIRA – R.A. Madeira / Calheta
  • COLETE ENCARNADO – Lisboa / Vila Franca de Xira
  • CRIPTOJUDAÍSMO DE BELMONTE – Castelo Branco / Belmonte
  • FESTAS EM HONRA DE Nª SENHORA DOS REMÉDIOS – Viseu / Lamego
  • OS SANTEIROS DE SÃO MAMEDE DO CORONADO – Porto / Trofa
  • ROMARIA DE S. BARTOLOMEU – Viana do Castelo / Ponte da Barca
  • ROMARIA DE SÃO JOÃO D’ARGA – Viana do Castelo / Caminha

Apresentado por Catarina Furtado e José́ Carlos Malato, a Gala  homenageou a  cultura popular baseada em vivências e saberes únicos de Portugal.

Foram agrupadas 7 categorias: Artesanato; Lendas e Mitos; Festas e Feiras; Músicas e Danças; Rituais e Costumes; Procissões e Romarias e Artefactos.

O espetáculo, contou com diversas atuações com especial destaque para a presença de Cuca Roseta, que cantou “Avé Maria” , Tony Carreira, que cantou “Sonhos de Menino” e “Estou Aqui”, Rita Sanches, ArtGym Company e Bruno Rosa.

Hernâni Dinis Venâncio Dias, Presidente da Câmara Municipal de Bragança afirmou que, “foi uma honra receber o evento 7 Maravilhas num dos Castelos mais bem conservados de Portugal, numa ótica de afirmação de Bragança como um destino natural, moderno e atrativo, com uma gastronomia de excelência, um mosaico paisagístico notável e um património cultural de referência, que tem, nas suas gentes e na forma genuína de saber acolher, a sua maior riqueza. Bragança é singular por tudo isto e muito mais, tendo, através deste evento, conquistado dois galardões 7 Maravilhas, como a aldeia de Rio de Onor e o Mel de Montesinho.“

Segundo José Fragoso, Diretor da RTP1 e RTP Internacional, “A edição deste ano superou todas as nossas melhores expetativas. Num ano particularmente difícil, a mobilização dos portugueses em volta deste tema foi excecional. A RTP1 mobilizou os seus meios técnicos e humanos e produziu 24 programas em direto e ao vivo, de norte a sul do país, Madeira e Açores incluídos, privilegiando desta vez os municípios mais pequenos como cenário – uma verdadeira volta a Portugal, viajando pela inesgotável diversidade cultural de cada região”.

Por seu turno Luís Segadães, presidente da organização declarou que, embora “sendo um ano muito atípico, foi possível mobilizar o país e montar uma operação grandiosa que percorreu todos os recantos de Portugal, criando novos e bons motivos para continuarmos a visitar este País de Maravilhas e de diversidade únicas”

O projeto contou com o Alto Patrocínio da Presidência da República. Desde 2007 divulga  os valores positivos de uma Identidade Nacional e permite a criação de roteiros turísticos, tanto para os turistas nacionais como para os internacionais. A primeira eleição decorreu em 2007.

Os comentários estão fechados.