ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES APROVOU A REMOÇÃO DE AMIANTO DAS ESCOLAS

ESTA QUINTA-FEIRA HÁ REUNIÃO PLENÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE ODIVELAS
30 Junho, 2019
TOY NAS FESTAS DE ODIVELAS
30 Junho, 2019

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES APROVOU A REMOÇÃO DE AMIANTO DAS ESCOLAS

A Assembleia Municipal de Loures aprovou por larga maioria, na sua Sessão Plenária desta quinta-feira, uma proposta de recomendação,apresentada pelo Bloco de Esquerda que exige ao Ministério da Educação que definia um plano calendarizado para a remoção dos materiais com amianto das escolas de Loures e que assuma o compromisso de cumprir com os prazos definidos.

A recomendação, foi aprovada apenas com o voto contra do PPM e apela, ainda, à Câmara Municipal de Loures que encomende ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil um estudo sobre o estado atual do parque escolar do concelho.

Grande parte da comunidade escolar do concelho de Loures é ainda hoje obrigada a conviver diariamente com materiais degradados de fibrocimento contendo amianto que constituem uma real ameaça à sua saúde, No limite, alunos, professores e funcionários podem estar a arriscar a vida pelo simples facto de se deslocarem todos os dias para o seu local de estudo ou de trabalho.

É mais do que justa a aprovação desta recomendação do Bloco de Esquerda e prova que a esmagadora maioria dos partidos estão conscientes de que o amianto nas escolas é um flagelo real, prioritário e que constitui um problema de saúde pública em grande parte das escolas do concelho de Loures”, defendeu Fabian Figueiredo, dirigente nacional e coordenador da concelhia de Loures do Bloco de Esquerda, que acrescentou ainda que  “Em questões de premência nacional, como esta do amianto, é urgente todos os partidos darem as mãos e, esquecendo as suas divergências de fundo, trabalharem em conjunto para que se enfrente de frente este problema tão gravoso e se coloque mãos à obra para dar início às obras nas escolas o mais rapidamente possível”.

É dado adquirido que o amianto é um elemento extremamente perigoso para a saúde e é corroborado pela Organização Mundial de Saúde e pela Direção-Geral de Saúde que a inalação de partículas de fibrocimento é a principal via de entrada de amianto no organismo. Segundo a DGS, “a exposição a qualquer tipo de fibra de amianto” deve, por isso, “ser reduzida ao mínimo“, uma vez que “a exposição ao amianto pode causar“, entre outras doenças, a asbestose, mesotelioma, cancro do pulmão e ainda cancro gastrointestinal.

 

Os comentários estão fechados.