ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES APROVA POR UNANIMIDADE OBRAS URGENTES NA ESCOLA BÁSICA DA APELAÇÃO

PAN PROMOVE DEBATE CONTRA A VIOLÊNCIA NO NAMORO
26 Fevereiro, 2020
BANDA DESENHADA DE REGRESSO À BIBLIOTECA MUNICIPAL D. DINIS
27 Fevereiro, 2020

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES APROVA POR UNANIMIDADE OBRAS URGENTES NA ESCOLA BÁSICA DA APELAÇÃO

A moção proposta pelo Bloco de Esquerda, aprovada por unanimidade, solicita à Câmara Municipal de Loures que proceda às reparações, correções e obras necessárias ao correto funcionamento da EB1/JI nº 1 da Apelação. O documento solicita ainda à autarquia que vá informando a Assembleia Municipal de Loures do andamento e da conclusão dos trabalhos.

Em comunicado o Bloco de Esquerda informa que, entre os maiores problemas daquela escola, espelhados no relatório da delegada de saúde, datado de 17 de março de 2017, inclui-se a existência de coberturas em fibrocimento degradado, contendo amianto, e a evidente falta de espaço para a crescente comunidade de alunos, quase todos provenientes da área geográfica da escola.

Esta falta de espaço leva à situação de o mesmo espaço ter de servir de refeitório, ginásio e pavilhão de recreio interior.

Entre os problemas mais urgentes relatados pela delegada de saúde e oportunamente relatados, por via do mesmo relatório, à Câmara Municipal de Loures, contam-se infiltrações nas instalações sanitárias e janelas com elevado nível de perigosidade devido à sua reduzida altura em relação ao piso e à ausência de fechaduras de segurança.

Já foram, inclusive, reportadas situações de acidentes iminentes pela ausência de segurança destas janelas. Em algumas das janelas, tiveram de ser os próprios professores a instalar fechos de segurança.

Além disso, a área de recreio coberta é insuficiente para a população escolar, há aulas nos corredores por falta de espaço, onde os alunos se sentam no chão, e não há ginásio.

Fabian Figueiredo, dirigente nacional e coordenador da concelhia de Loures do Bloco de Esquerda afirma que, “existem, nesta escola, vários alunos com necessidades educativas especiais, que requerem condições e uma atenção especial por parte dos professores e funcionários da escola, que, com enorme empenho e dedicação, vão conseguindo proporcionar uma Educação condigna a estas crianças”.

“Tendo em conta que esta escola é da exclusiva responsabilidade da Câmara Municipal de Loures, o estado em que se encontra é preocupante e implica intervenções urgentes”. Acrescenta ainda o dirigente bloquista: “Afigura-se mais preocupante ainda, tendo em conta que, quase um ano depois de o Bloco de Esquerda ter levado à Assembleia Municipal, uma moção, que foi aprovada, para obras de requalificação nesta escola, os problemas mais prementes permanecem por resolver”

Os comentários estão fechados.